Selo_midiorama

 

 





Notícias

03/11/2017
Com um carismático Billie Joe, Green Day conquista o Rio
Por: Andréia Rosa
Reprodução: Green Day/Instagram

Ícone do Punk, o Green Day retorna ao Brasil após sete anos, com a turnê de Revolution Radio, seu último álbum de estúdio lançado, o primeiro desde 2012 e o décimo segundo da carreira. A passagem da banda pelo país começou pelo Rio de Janeiro, onde se apresentaram, no dia 1 de novembro, no Jeunesse Arena, mais shows acontecem ainda hoje (3), no Arena Anhembi em São Paulo, no domingo (5) no Pedreira Paulo Leminski em Curitiba e encerra na terça-feira(7) no Estádio Beira Rio em Porto Alegre.

Antes do grande nome da noite, a banda de abertura, The Interrupters, também no estilo punk, fez um pequeno set de aquecimento. O som estava meio abafado, e a acústica do Jeunesse Arena, infelizmente não contribuiu, mas o pequeno show deixou o público eufórico a espera de Billie Joe e companhia.

O Green Day subiu ao palco, pouco antes das 22h00 da noite, mandando antes deles, um membro do crew fantasiado de coelho para empolgar o animar o público com a expectativa da espera. Abriram o show ao som de uma mistura de “Bohemiam Rhapsody” e “Blitzkrieg Bop” - ironias a parte, a cerveja do evento era Budweiser e a música do Queen em questão aparece no comercial de sua rival de mercado, a Heineken.

Foi um estouro inicial, literalmente, no início de “Know your enemy”, as explosões ao fundo do palco junto a jatos de fogo, anunciavam cada mudança do cenário de fundo do palco. Em seguida emendaram com os singles do novo álbum “Bang, Bang” e “Revolution Radio” que dá nome à turnê e ao disco.  

Green day fez uma viagem no tempo com os fãs mais saudosistas, e a idade era somente um número naquela noite, onde todos voltaram junto com a banda as suas origens em sucessos como “2000 Light Years Away”, “basket case” e “She”. O carisma e o carinho do vocalista para com o público era mais que evidente. Entre jatos de água na platéia e tiros de camisetas da banda, Billie Joe aproveitou para também para protestar contra preconceitos e Donald Trump o que levou a aplausos e aprovação do público.

Em “Knowledge”, Billie Joe chamou mais um fã ao palco, e Sarah Schaeffer, de 18 anos foi a sortuda. A mineira de juiz de fora, viajou cerca de 6 horas para curtir o seu primeiro show da banda amada, e segundo ela “valeu muita a pena”, ter o “seu sonho realizado” após assistir o seu primeiro show da banda. Ao fim da apresentação em conjunto, ela ganhou a guitarra de Billie Joe.

 

A banda ainda vestiu fantasias transformando o palco num grande carnaval, tocando “King for a Day”, e ainda rolou “Garota de Ipanema” no Sax. Trocaram de roupa mais uma vez e voltaram para o encore entoando “American Idiot”, que sacudiu o Jeunesse Arena, seguida de “Jesus of Suburbia”.

Por sua vez, a banda terminou o show de forma emocionante com Billie Joe, acusticamente tocando “21 guns”, seguida de “Good Riddance" (Time of your life)”. A energia apresentada ao longo das quase 3 horas de show foi incrível, e o carisma do frontman que entusiasma e leva o público a seu ritmo, mostra por que o Green Day é e continua sendo uma das grandes bandas de punk rock. Esperamos agora que demorem menos do que 7 anos para voltar.

Setlist:

  • Know Your Enemy

  • Bang Bang

  • Revolution Radio

  • Holiday

  • Letterbomb

  • Boulevard of Broken Dreams

  • Longview

  • Youngblood

  • 2000 Light Years Away

  • Hitchin' a Ride

  • When I Come Around

  • Welcome to Paradise

  • Minority

  • Are We the Waiting

  • St. Jimmy

  • Knowledge

  • Basket Case

  • She

  • King for a Day

  • Shout / Always Look on the Bright Side of Life / (I Can't Get No) Satisfaction / Hey Jude

  • Still Breathing

  • Forever Now

  • Encore:

  • American Idiot

  • Jesus of Suburbia

  • Encore 2:

  • 21 Guns

  • Good Riddance (Time of Your Life)

  •  

 

Comentários