Selo_midiorama

 

 






Notícias

17/07/2017
Far From Alaska: Uma mistura de qualidade
Por: Giovanna Lima
Créditos: Murilo Amancio

Far From Alaska é uma banda brasileira formada por Emmily Barreto (Vocal), Cris Botarelli (Synth), Lauro Kirsch (Bateria), Eduardo Filgueira (Baixo) e Rafael Brasil (Guitarra). O grupo começou em 2012 e vem crescendo desde então. Atualmente a banda está trabalhando no novo projeto intitulado “Unlikely”.

A banda começou como um projeto paralelo dos integrantes, que na época faziam parte de outras bandas. No mesmo ano em que foi fundada, a banda ganhou o concurso Som Para Todos e como prêmio puderam abrir o Planeta Terra Festival. Ambos os shows foram muito bem elogiados.

Ainda em 2012 a banda lançou seu primeiro EP “Stereochrome”, que contém quatro faixas: “Thievery”, “Mama”, “New Heal” e “Monochrome”. Dois anos depois a banda voltou com o primeiro álbum “modeHuman” que contém 15 faixas, incluindo “Dino vs Dino”, que foi lançada como single e recebeu um clipe. As músicas "Thievery" e "About Knifes"  também receberam clipes, o primeiro ainda em 2014 e o segundo em 2015.

Em 2015, a banda lançou a música "Relentless Game", uma parceria com a banda Scalene. No mesmo ano a banda também tocou no Palco Onix no Festival Lolapalooza. Em 2016 a banda lançou a música “Chills”, que participou de um festival no Memorial da América Latina para comemorar os dez anos da revista Rolling Stone Brasil e se apresentou no Maximus Festival no Autódromo de Interlagos.

Já em 2017, a band a lançou o single  "Collision Course", em parceria com a banda Ego Kill Talent. ainda no início do ano a banda anunciou seu novo projeto “Unlikely” que já estava sendo gravado em Ashland, no Oregon, EUA. O álbum, que contém 12 faixas, já teve a primeira música, “Cobra”, liberada e seu clipe foi lançado na última quinta-feira (13/01/2017). Essa é a única música que será liberada antes do lançamento do álbum.

Confira o clipe de "cobra"

 

A banda também liberou a arte de uma das novas músicas, “Flamingo”, através de seu facebook, a mesma já havia liberado a arte e “Bear” e, antes do lançamento da música, também haviam liberado a arte de “Cobra”. As artes foram feitas pelo artista Filipe Marcus.

Quem comprou o álbum na pré-venda poderá receber junto alguns iténs exclusivos, além do cd autografado. O álbum sofreu alguns atrasos no lançamento, mas ainda é previsto que chegue ao público esse ano.

No momento a banda está fazendo alguns shows pelo Brasil e acaba de voltar de shows pela Europa.

Confira abaixo nosso bate papo com a vocalista Emmily Barreto.



RM: Quais foram as inspirações pro novo projeto?

EB: A gente não pensa em tal banda e cria algo a partir daí. Nosso processo de composição é bem solto. Cada um cria sua parte e por sermos tão diferentes, o resultado sai esse, uma mistureba de influências. O Rafa curte reggae, a Cris jazz, eu música eletrônica, Dudu rockão e o Lauro rock alternativo europeu, então não dá pra escolher influências e se guiar daí. Acho que é por isso que o FFA da certo. Porque é tanta coisa misturada que acaba não tendo influência. Será que eu me enrolei ou deu pra entender? ahahah :) Somos uma salada de frutas

RM:Como decidiram o conceito do álbum? A origem de nomes Cobra, Panther, Bear..., de onde   surgiu?

EB: Desde o primeiro álbum nós temos mania de apelidar as músicas que criamos antes de escolherseu nome. A gente escuta o ritmo e pensa "nossa, isso soa como um flamingo andando", e daí oapelido fica Flamingo. Dessa vez a gente decidiu manter os apelidos porque eles são melhores do que qualquer nome que pudéssemos criar. Casou também com o fato de nós 5 nos identificarmos muito com um animal específico e decidimos entrar na onda. Eu sou um panda, a Cris uma raposa, o Rafa uma cobra, Dudu um lobo e Lauro um Leão.

RM: O que espera pro futuro da banda agora?

EB: A gente tá focando bastante na carreira internacional. Já tocamos algumas vezes na Europa e EUA e o resultado foi incrível! Agora depois de lançar esse novo álbum a gente quer rodar o Brasil todo novamente e com certeza tocar mais lá fora. É algo que queremos muito.

RM: Como os fãs tem reagido ao novo projeto?

EB: Nossa, melhor impossível. A galera tá na mesma vibe que nós e estamos muito gratos! É incrível quando você faz o que gosta com tanto amor e a resposta é total positiva. Emociona!

RM: 
Como foi gravar o clipe de Cobra ? De onde tiraram as ideias e inspirações pro clipe?

EB: Foi um dia inteiro de takes repetitivos," e muito fôlego. Escolhemos chamar o Clever Cardoso novamente, ele fez dois de nossos clipes (Dino Vs Dino e About Knives) e confiamos totalmente nele. O resultado ficou sensacional, a gente queria uma cara mais noventista e ele conseguiu lindamente.

Comentários